Tamanduás no Pantanal Norte -

Ecologia e Saúde de Tamanduá-Bandeira e Tamanduá-Mirim no Pantanal Norte

A primeira pesquisa em Ecologia e Saúde de Tamanduá-bandeira e Tamanduá-mirim no Pantanal Norte foi realizada entre os anos de 2005 a 2009, no município de Barão de Melgaço, estado do Mato Grosso. A região possui a Reserva Particular do Patrimônio Nacional SESC Pantanal com 107.996 hectares de áreas protegidas, correspondente a 1% do território total do estado.

O objetivo do trabalho foi analisar a saúde, genética e ecologia desses animais no bioma Pantanal. Foram capturados 30 tamanduás-bandeira e 08 tamanduás-mirins, assim desenvolvendo protocolos de estudos de ecologia, monitoramento, protocolos de metodologias de captura, anestesia e avaliação sanitária das espécies, além do desenvolvimento do primeiro rádio colete para monitoramento por telemetria de tamanduá-bandeira.

O teste foi feito inicialmente em um indivíduo cativo e posteriormente utilizado em indivíduos capturados na RPPN.

Apoio: SESC Pantanal, Wildlife Conservation Society (WCS), Idea Wild, Universidade de São Paulo (USP), Universidade de Londrina (UEL), IUCN Anteater, Sloth and Armadillo Specialist
Group.